Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Incursões

Instância de Retemperação.

Incursões

Instância de Retemperação.

20
Set09

Vergonha presidencial

José Carlos Pereira

O caso das escutas revelado pelo "Diário de Notícias" de sexta-feira é deprimente e vergonhoso para a Casa Civil da Presidência da República. Um dos mais destacados assessores de Cavaco Silva, que já o acompanhara no Governo e que no entretanto chegou a ser director do "DN", passou para o "Público" suspeitas de escutas e intromissões sobre o governo e os seus emissários, solicitando ao jornal que "montasse" uma investigação. Isso acabou por merecer uma não notícia do "Público", mais de um ano depois, a que já me referira aqui.

Este caso dá conta da promiscuidade entre a Presidência e alguns jornais na tentativa de atingir José Sócrates e o seu Governo no período pré-eleitoral. Curiosamente, tanto o director do "Público" como o Presidente optam por valorizar o mensageiro e não a mensagem. É claro que é importante testar a segurança das informações, muito embora o SIS já tenha vindo desmentir categoricamente que tenha tido alguma intervenção, mas mais importante é esclarecer tudo de princípio ao fim. O Presidente desconfia do Governo? Então que o assuma abertamente e tome as diligências adequadas. O que não é admissível é que continue com estas intervenções por interpostas pessoas e depois venha dizer, candidamente, que não deseja intervir no processo eleitoral. Essa agora!?

O que me parece que não é aceitável é Fernando Lima, o dito assessor presidencial, continuar em funções e a ser pago pelo erário público para andar a congeminar inventonas à hora do pequeno-almoço em esconsos cafés lisboetas...