Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Incursões

Instância de Retemperação.

Incursões

Instância de Retemperação.

25
Fev11

Lucros Potenciados pela Crise do Petróleo

JSC

 

O secretário geral da Associação das Empresas Petrolíferas é de opinião que o preço dos combustíveis vai continuar a subir, caso a situação na Líbia não acalme, disse.

 

Um analista que, diariamente, fala da situação da Bolsa também disse que as Acções da GALP vão continuar a subir, em resultado das expectativas de maior lucro derivado do aumento do preço do barril. É absurdo mas é verdade. Neste negócio o aumento do preço da matéria prima implica o aumento do lucro.

 

Os lucros obtidos pela GALP em 2010 confirmam como a crise do petróleo é boa para os accionistas da GALP e para o Estado (arrecada mais impostos) e má para as empresas e consumidores portugueses. Os lucros da GALP cresceram 43%, cifrando-se nos 306 milhões de euros, que corresponde aos melhores resultados de sempre. No ano de 2010 a GALP obteve um lucro de 840 mil euros/dia.

 

Mas não é só a GALP que beneficia com a crise do petróleo. A espanhola REPSOL registou lucros de 4.693 milhões de euros em 2010, tendo triplicado os lucros obtidos no ano anterior. Por sua vez, também no sector da energia, a IBERDROLA, que detém uma participação significativa na EDP, registou em 2010 o maior lucro da sua história: 2.870 milhões de euros.

 

É bom que as empresas obtenham lucros. Mas é escandaloso que a chamada crise do petróleo sirva para alavancar os lucros em sectores tão determinantes para o desenvolvimento económico e que mexem com o dia a dia das pessoas, sem que entidades reguladores ou quem quer que seja faça qualquer coisa para impor moralidade ao sistema.