Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Incursões

Instância de Retemperação.

Incursões

Instância de Retemperação.

17
Out12

O Embuste

JSC

Não nos bastava o filme do roubo fiscal e ainda temos de levar em cima com a encenação de Paulo Portas, em redor das questões Orçamentais.

 

Como é público e sabido por todos, incluindo os jornalistas, Paulo Portas e os seus ministros, made in CDS, aprovaram o Orçamento em pleno conselho de ministros. Este facto, só por si, basta para conhecer a posição do CDS e do seu líder acerca do que pensam sobre o Orçamento.

 

Contudo, Paulo Portas, ardilosamente e com a complacência do PSD, tem conseguido passar para a opinião pública a ideia de que o CDS tem reservas e até pode estar contra o Orçamento. Exactamente o Orçamento que aprovou em Conselho de ministros.

 

Com este comportamento ardiloso, Paulo Portas consegue manter a coligação, viabilizando o Governo, e consegue passar a mensagem de que não concorda com a austeridade.

 

O embuste está a resultar.

 

São cada vez mais os comentadores a valorizar o pseudo silêncio do CDS, acerca do Orçamento. Silêncio que os dirigentes do CDS estimulam e alimentam, como ainda agora sucedeu com Nuno Magalhães, ao dizer que "O CDS falará atempadamente e quando o CDS quiser".

 

Por incrível que pareça é isto que está a ser valorizado, quando, na verdade, não há silêncio nenhum. O CDS já falou e falou em pleno Conselho de Ministros quando aprovou o Orçamento. Tudo o mais trata-se de um completo embuste, bem ao jeito de Paulo Portas, que coloca a prática política ao nível da embusteirice.