Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Incursões

Instância de Retemperação.

Incursões

Instância de Retemperação.

27
Nov07

Au Bonheur des Dames 100

d'oliveira

De pequenino se torce o pepino
ou o revolucionário no jardim-escola


Convenhamos: escreve-se por aí muita asneira pelo que convém ler com um pé atrás ou mesmo com os dois se é que tal posição permite ler seja o que for. Todavia esta confirmei-a: a etérea criaturinha que chefia a juventude do CDS entendeu, sabe-se lá por que razões, arremeter contra um par de figurões da esquerda e com a notória falta de imaginação que anima a hoste nacionalista acusou as vítimas da sua diatribe de terem andado no rebuliço revolucionário de 75. Parece que, para o ousado dirigente daquele partido em vias de extinção, a prescrição é letra morta. Ou então não tem assunto mais moderno e vai daí recorre aos tempos da Maria Caxuxa para fazer a cama aos adversários. Dentre os acusados dos tumultos de 75 teve o cuidado de citar Bernardino Soares, actual deputado do PCP.
Não sei qual foi a reacção de Bernardino mas o “Público” relembra perfidamente que este teria quatro anos nessa recuada época em que terá andado a pregar a sedição e a ameaçar os pais fundadores do CDS (que pelos vistos ou já lá não estão ou emudeceram de vez para não terem que se pronunciar sobre os dislates que por lá se ouvirão) e os cidadãos comuns do país, este.
Convenhamos que para um “revolucionário profissional” (se é que no PC ainda se usa esta velha e leninista terminologia...) é uma honra ter “debutado” com a tenra idade de quatro anos. Imagino o jovem Bernardino no infantário a ameaçar a reacção (as educadoras, presumo) a reclamar um bibe vermelho e a recusar-se a cantar o “Ah, ah, ah minha machadinha/ quem te pôs no meio/sabendo que és minha...” etc. Quero a gaivota que voava voava vociferava o infante do bibe vermelho. Não sabem?, então quero o “Grândola...” seus reaccionários! E para já não vou comer a sopa de legumes. Eu sou um proletário e só como açorda!
O quadro é enternecedor mas desculparão se me mostro reticente. Eu já dei para muitos peditórios mas este parece-me forçado. Aceito que Outubro tenha sido uma revolução apesar do mês ser Novembro e do Palácio de Inverno não ter três guardas à porta. Aceito que o Komintern tenha tido sempre razão quer quando advogava o Klasse gegen Klasse como quando propunha frentes populares. Aceito que o Dr Álvaro Cunhal é um misto de Marx e Engels com um pó de Lenin mas para melhor. Mas contemplar a silhueta opaca de Bernardino Soares e ver nele um líder de massas aos quatro anos parece-me demais. O senhor Pedro Moutinho que me desculpe.
E já agora? Que é que Moutinho fazia nesses anos terríveis, fora o facto de ver “claramente visto” Soares em permanente arruaça?
Eu, confesso, nunca tive particular estima, sequer consideração pelo CDS. Mesmo quando ele contava nas suas fileiras com Amaro da Costa ou Lucas Pires pessoas que me parecem estar a milhas do actual staff dirigente desse mini-partido que só a farronca do dr Portas tenta fazer parecer grande. Baldado esforço: enquanto espadeira o bloco central, vem por trás Moutinho e pimba: arreia a giga com a conspiratória tese de Soares (Bernardino) disfarçado de SUV a ameaçar o Estado, a Igreja e a Sociedade em geral. A menos que Moutinho confunda este Soares (Bernardino) com Soares (Mário), o chavista. Só que também este em 75 andava de humores menos vermelhuscos numa roda viva a incendiar as fontes luminosas do país para barrar o caminho à populaça gonçalvista. Vistas assim as coisas não me parece que fosse Soares (Mário) o alvo de Moutinho.
Em desespero de causa lembrei-me de Bernardo Soares o nefando autor do “Livro do Desassossego” que alguém injustamente atribuiu a Fernando Pessoa. Oh lá lá terá dito no mais puro francês de Le Pen o nosso Moutinho. Livro do Desassossego? Que é isso? Um manual de malfeitorias, de atentados à independência nacional, à religião dos nossos maiores, à segurança do comércio jurídico, aos bens dos privados...
Um gajo desses não é de confiar. Querem ver que tem um heterónimo chamado Bernardino? Ai o grande sacana...

na gravura Bernardo ou Bernardino a plantar uma bandeira nas ruínas do infantário. O Moutinho está lá em baixo disfarçado de carro mesmo debaixo da bandeira.

1 comentário

Comentar post