Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Incursões

Instância de Retemperação.

Incursões

Instância de Retemperação.

29
Mai06

Coisas do diabo

Incursões
Entrámos no gabinete, os colegas e eu, Bom dia, Srª Drª Juíz e ela olhou-me e disse-me Nós já nos conhecemos de algum lado, não conhecemos?, e eu olhei-a, aquela cara é inesquecível, Claro, tenho a certeza que sim, mas não sei de onde!, e a Mma, sobrolho franzido, Pois, de um tribunal qualquer, mas acho que não só daí. E eu, já de sorriso rasgado, que ela é bonita, não resisto à blague, Talvez, Mma, talvez me conheça do cinema!, e acrescentei logo que também devia ser do cinema que eu a conhecia, e ela achou piada, porque teve piada.

Fizemos o julgamento. Foi há quanto tempo? Dois anos? Nunca mais a vi, falámos uma vez ao telefone depois disso, coisa um tanto atarantada, quase profissional (que pessoal não foi), soube entretanto que mudou de sítio, sei por onde anda e soube, até à consternação, que tinha mudado de vida, ou, melhor, de estado civil ou coisa que se pareça, razão pela qual nunca fui ao sítio por onde anda.

Chegado à consternação, entrei no exercício sempre difícil de começar a esquecer. Deletei o número do telemóvel, não fosse o diabo tecê-las, que o diabo é tendeiro e nestas coisas somos parecidos - o diabo e eu, entenda-se -, mas o diabo não tem emenda e pregou-me uma partida e hoje vi-a, à hora de jantar, no sítio do costume, mas, diabo!, que me deu para me sentar numa mesa diferente e virado para o plasma? Olhei uma vez. Olhei outra. Era mesmo ela, Boa noite, Srª Drª, Olá, Sr. Dr.. Ali, mesmo ao lado. O tipo em frente. Dela. Fixei os olhos no jornal, não consegui ler uma palavra, não me apetecia comer, um nó na garganta, e ela falava (pouco) com o tipo. E levantaram-se, Prazer em vê-lo!, e eu de voz sumida, Prazer em vê-la!, incapaz de mais, incapaz de lhe dizer o que me ocorreu, que o prazer seria muito maior se ela estivesse ali sozinha e que quem ia ao cinema com ela era eu.

3 comentários

Comentar post