Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Incursões

Instância de Retemperação.

Incursões

Instância de Retemperação.

23
Jan07

Um país a duas velocidades

José Carlos Pereira
Na passada sexta-feira tive oportunidade de visitar profissionalmente o Biocant Park, em Cantanhede, e fiquei agradavelmente surpreendido com a qualidade da investigação que ali é produzida, suportada em equipamentos de ponta a nível mundial e em jovens quadros universitários. Um projecto que aposta na ligação às universidades de Aveiro e de Coimbra e na atracção de empresas que desenvolvem projectos de investigação na área das neurociências. Ali está, por exemplo, a Crioestaminal, empresa que faz a preservação de células estaminais a partir do cordão umbilical e que tem “clientes” de vários pontos da Europa. O Biocant Park está já a estudar a ampliação do seu espaço e Cantanhede pode ter encontrado na biotecnologia a “chave” do seu futuro.

Dois dias depois, o JN publicou esta reportagem sobre a emigração de jovens marcoenses para as obras de constrição em Espanha. Jovens sem qualificação ou sem emprego à medida das suas habilitações e das suas expectativas e que se vêem obrigados a emigrar, a partir à aventura, em condições pouco seguras. Para alguém como eu, que se preocupa e envolve nos problemas da sua terra, Marco de Canaveses, esta é uma realidade há muito conhecida e que medrou num ambiente de elevado abandono e insucesso escolar, com falta de emprego qualificado e de indústrias e serviços atractivos, com falta de oportunidades para quem chega à vida activa. Até quando? Como dar a volta a esta realidade? O que pensam disto os responsáveis pela governação do território?

Dois exemplos tão distantes que nem parecem estar separados apenas por umas dezenas de quilómetros, no mesmo país, no mesmo século XXI.

6 comentários

Comentar post