Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Incursões

Instância de Retemperação.

Incursões

Instância de Retemperação.

13
Abr09

Sucesso no Ensino

Mocho Atento

Quando muitas vezes se questiona a função da Escola, apraz-me salientar que ainda há professores que sabem que a sua função é fazer com que os seus alunos aprendam e atinjam o máximo das suas potencialidades. E há alunos que ainda sabem fazer a diferença, pelo interesse e pelo esforço desenvolvido. O caso reporta-se ao ensino de Grego na Escola Rodrigues de Freitas, que eu frequentei, e que era uma grande escola! Pode ler-se a notícia em De Rerum Natura.

01
Abr09

As origens da Páscoa

Mocho Atento

A Páscoa é uma festa da Primavera, onde celebramos a vida, o recomeço, a renovação, a esperança. Nestes tempos de crise, é fundamental não perder o sentido pleno da existência, da nossa humanidade, porque tudo há-de concorrer para o bem do homem e de todos os homens. É necessário repensar uma ética comum,  valores e compromissos que assumimos e nos permitem viver em comunidade.

26
Mar09

A virtude da Justiça

Mocho Atento

"A justiça é a virtude moral que consiste na constante e firme vontade de dar a Deus e ao próximo o que lhes é devido.

A justiça para com Deus chama-se «virtude da religião».

Para com os homens, a justiça leva a respeitar os direitos de cada qual e a estabelecer, nas relações humanas, a harmonia que promove a equidade em relação às pessoas e ao bem comum.

O homem justo distingue-se pela rectidão habitual dos seus pensamentos e da sua conduta para com o próximo. «Não cometerás injustiças nos julgamentos. Não prejudicarás o pobre, nem serás complacente para com os poderosos. Julgarás o teu próximo com imparcialidade» " (catecismo da Igreja Católica)

 

 

25
Mar09

A fortaleza

Mocho Atento

"A fortaleza é a virtude moral que, no meio das dificuldades, assegura a firmeza e a constância na prossecução do bem. Torna firme a decisão de resistir às tentações e de superar os obstáculos na vida moral.

A virtude da fortaleza dá capacidade para vencer o medo, mesmo da morte, e enfrentar a provação e as perseguições. Dispõe a ir até à renúncia e ao sacrifício da própria vida, na defesa duma causa justa." (catecismo da Igreja Católica)

24
Mar09

A prudência: virtude cardeal

Mocho Atento

"A prudência é a virtude que dispõe a razão prática para discernir, em qualquer circunstância, o nosso verdadeiro bem e para escolher os justos meios de o atingir.

«O homem prudente vigia os seus passos» (Pr 14, 15). «Sede ponderados e comedidos, para poderdes orar» (1 Pe 4, 7).

A prudência é a «recta norma da acção», escreve São Tomás, seguindo Aristóteles.  Não se confunde, nem com a timidez ou o medo, nem com a duplicidade ou dissimulação.

É chamada «auriga virtutum – condutor das virtudes», porque guia as outras virtudes, indicando-lhes a regra e a medida. É a prudência que guia imediatamente o juízo da consciência. O homem prudente decide e ordena a sua conduta segundo este juízo. Graças a esta virtude, aplicamos sem erro os princípios morais aos casos particulares e ultrapassamos as dúvidas sobre o bem a fazer e o mal a evitar." (Catecismo da Igreja Católica)

24
Mar09

Código da Execução das Penas em discussão

Mocho Atento

Está em discussão na Assembleia da República um diploma fundamental para a reforma do processo penal em Portugal. Trata-se do novo Código da Execução das Penas e Medidas Privativas da Liberdade. Esta proposta merece um debate sério e profundo na sociedade portuguesa. A tensão entre liberdade e segurança é sempre difícil de gerir numa sociedade aberta e democrática.

23
Mar09

Colaboração Internacional H2O

Mocho Atento

Rotary Internacional/Rotary Foundation e a Agência Norte-Americana para Desenvolvimento Internacional (USAID), estabeleceram protocolo de colaboração para implementação em países em vias de desenvolvimento de projectos auto-sustentáveis nas áreas de recursos hídricos, saneamento e higiene.
 
Mais de mil milhões de pessoas (20% da humanidade) não têm acesso a água potável, e mais de dois mil milhões não têm saneamento básico.

 

A falta de água potável e de saneamento básico causa a morte de 1,8 milhões em cada ano, sendo crianças a maioria dos que se perdem por falta de condições básicas.
 
A Colaboração Internacional H2O deve inicialmente implementar projectos na República Dominicana, Gana e Filipinas. Estes países foram seleccionados com base no seu grau de necessidade assim como tendo em conta a agilidade e experiência dos Clubes Rotários locais e da USAID nas regiões.