Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Incursões

Instância de Retemperação.

Incursões

Instância de Retemperação.

26
Jan15

Azia política

JSC

Numa das reacções europeias mais adversas à vitória da extrema-esquerda na Grécia, o primeiro-ministro português diz que algumas das ideias do Syriza são um "conto de crianças".

 

Passos Coelho não podia reagir pior à vitória do Syriza na Grécia. Muito pior do que se poderia pensar. Aproveitou para lembrar que a culpa da crise é de cada um dos governos, como se num bloco de moeda única a culpa possa ser tão personalizada. Em vez de aproveitar a janela que se abriu para a renegociação das dívidas, para a alteração do modelo de Govenro da UE, Passos Coelho não só tranca as portas todas, como ameaça os gregos (e a nós também) com as “regras europeias” cujo cumprimento é necessário porque, diz, sem as quais a “Europa desintegra-se”.

 

Passos Coelho ainda não percebeu que as regras vão ser alteradas e que Europa não se vai desintegrar.

 

Quem também deve estar com grande azia com o que se está a passar na Grécia é o escritor best seller e jornalista José Rodrigues dos Santos. Era ouvi-lo ontem e hoje, pela manhã, a vociferar pelas não respostas que os Gregos lhe deram, os riscos que aí vêm, a sua grande preocupação com o dinheiro da Troika, com o retorno que os países que ajudam estão à espera . Ontem, com Praças e Ruas a abarrotar de gente, o grande jornalista insistia em dizer que estava muito pouca gente a comemorar a vitória do Syriza. José Rodrigues dos Santos bem podia aliviar-nos e dedicar-se, em exclusivo, aos seus livros, talvez inventar um "conto de crianças", onde a figura principal fosse um tal Alexis Tsipras.