Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Incursões

Instância de Retemperação.

Incursões

Instância de Retemperação.

31
Jan18

Um projecto magnífico em Ourém

José Carlos Pereira

feature_image.jpg

 

O projecto “House in Ourém | Filipe Saraiva” foi nomeado para a categoria “Houses” na nona edição do Building of the year Awards 2018 by Archdaily, um dos principais sites de arquitectura a nível mundial.

Quem gosta de arquitectura e aprecia projectos de habitação menos ortodoxos, pode deslumbrar-se com um magnífico trabalho do arquitecto e empresário Filipe Saraiva, com quem tive o gosto de partilhar durante alguns anos a administração de uma empresa nos Açores. Delicie-se com as fotos e a descrição do projecto e, se ficar tão deslumbrado como eu, pode atribuir-lhe o seu voto.

10
Fev17

Carmen Miranda

José Carlos Pereira

carmen-miranda-doodle.jpg

Ontem, no dia em que passaram 108 anos sobre o nascimento de Carmen Miranda, a Google, através do doodle, a versão modificada do logótipo do Google usada para comemorar datas e eventos relevantes, prestou um tributo à escala mundial à estrela que nasceu em Marco de Canaveses e brilhou no Brasil e nos EUA.

Carmen Miranda acabou mesmo por ser o tema mais procurado no Google, em Portugal, durante o dia de ontem.

07
Dez10

Tongobriga discutiu a "conformação do território"

José Carlos Pereira

Participei no passado sábado na sessão de encerramento do ciclo de conferências “Leituras contemporâneas que Tongobriga propicia”, organizado para celebrar os 30 anos do trabalho de investigação desenvolvido na Área Arqueológica do Freixo, em Marco de Canaveses. Esta derradeira sessão dava um enfoque particular à temática da conformação do território.

Entre os convidados marcaram presença os presidentes das Câmaras Municipais de Amarante, Baião, Marco de Canaveses e Penafiel, o presidente da Assembleia Municipal de Marco de Canaveses, vereadores e outros actuais e antigos autarcas marcoenses. Faltou à chamada Carlos Lage, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDRN).

A discussão esteve centrada no potencial de desenvolvimento da região do Tâmega e Sousa e na missão que está reservada aos autarcas e às estruturas supra municipais entretanto criadas, sempre com os olhos postos na crise que se vive, no desemprego que cresce, no investimento que escasseia e no património natural e cultural que pode ser uma âncora importante para o desenvolvimento económico local.

No período de debate, tive oportunidade de recordar as intervenções que fiz enquanto membro das Assembleias da Comunidade Urbana do Tâmega e da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, em que continuamente desafiei os presidentes de Câmara a fortalecerem os laços entre os munícipes dos concelhos envolvidos, já que a coesão territorial é (mais de) meio caminho andado para uma perspectiva integradora e para uma gestão eficaz do território. Estas estruturas supra municipais não podem servir apenas para captar fundos estruturais desenhados à medida, como por vezes acontece.

Destaquei depois que a falta de uma regionalização administrativa tem feito com que sejam os responsáveis da CCDRN, desprovidos de qualquer legitimidade democrática, a decidir sobre os projectos prioritários para a região e a localização dos mesmos, influenciando decisivamente as políticas de desenvolvimento regional. Um paradoxo!

Porque a conversa tinha ido também por esse caminho, defendi a terminar uma reorganização administrativa do território, com a diminuição do número de municípios e freguesias, como já tinha escrito aqui.

05
Set10

Algarve 2012 onde nada acontece...

Castro



 

A associação de Hotéis do Algarve, apoiada pelo Turismo do Algarve, está indignada com a organização da Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura. Consideram que a imagem do Algarve foi profundamente afectada e caso nada seja feito para reparar o problema levarão a Fundação Guimarães 2012 a tribunal para pedir uma indemnização!

 

Meu deus! Que terá feito a Fundação Guimarães 2012 para reacção tão visceral de desagrado por parte desta associação? Perguntam vocês.

 

"Costa Algarvia, 11h30 da manhã de 2 de Agosto de 2012", esta é a legenda da imagem que se encontra mais a esquerda das acima expostas e que mostra uma praia vazia. A mensagem é rematada com a frase Guimarães 2012 é onde tudo acontece. Uma pessoa no seu juízo normal percebe que isto foi uma forma com humor para dizer que em 2012 devem visitar Guimarães e não passa pela cabeça de ninguém que o Algarve vá ficar vazio ou que esta campanha contribua minimamente para prejudicar a sua afluencia em 2012.

 

Pelos vistos a mesquinhes das cabeças pensantes da Associação de Hotéis do Algarve pensa que sim. Sem mais comentários deixo-vos apenas um excerto da declaração desta associação a imprensa bem como a ligação para a noticia do Público referente a este assunto.

 

"Para além do mau gosto e ignorância dos seus autores esta campanha fere de forma grave os interesses da maior actividade económica nacional e dos seus agentes e trabalhadores, sendo penosamente lesiva da nossa economia", diz a Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA).

29
Abr10

Conferências na cidade romana de Tongobriga

José Carlos Pereira

Por ocasião da comemoração dos 30 anos de investigação em Tongobriga– a cidade romana localizada em Marco de Canaveses – a Associação dos Amigos de Tongobriga leva a efeito um ciclo de conferências, destinado a interpretar “as leituras contemporâneas que Tongobriga propicia”.

A primeira conferência ocorre já amanhã, sexta-feira, à hora de jantar, no restaurante junto ao forumde Tongobriga. O anfitrião Lino Tavares Dias, responsável pela condução da investigação arqueológica e antigo director regional do Norte do IPPAR, descodificará as “Leituras contemporâneas”.

O Director Regional de Educação do Norte, António Leite, e o presidente do Centro Regional do Porto da Universidade Católica e antigo secretário de Estado, Joaquim Azevedo, debruçar-se-ão em seguida sobre o tema ”O papel da escola na salvaguarda da herança cultural”.

O programa completo das conferências, que acolherá nomes como os ex-ministros Campos e Cunha e Braga da Cruz, o bispo do Porto, D. Manuel Clemente, e o presidente da CCDRN, Carlos Lage, pode ser lido aqui.

Eis um bom pretexto para visitar Marco de Canaveses, a minha terra natal, e conhecer uma extraordinária herança da presença romana no nosso território.

11
Dez09

Prémio Pessoa para Bispo do Porto

José Carlos Pereira

O Prémio Pessoa, instituído há vinte e dois anos pelo "Expresso" e agora apoiado pela Caixa Geral de Depósitos, distinguiu hoje pela primeira vez uma personalidade da Igreja. D. Manuel Clemente, Bispo do Porto, foi o agraciado.

Homem de cultura que recolhe opiniões favoráveis de todos os sectores, D. Manuel Clemente prestigia a Igreja e a cidade que o acolheu, sobretudo quando marca diferenças tão assinaláveis perante o seu antecessor.

09
Nov09

Miguel Bombarda

José Carlos Pereira

No passado sábado decorreu mais uma inauguração colectiva de exposições nas galerias de arte de Miguel Bombarda, no Porto.

A última inauguração de 2009 trouxe de novo para as ruas milhares de pessoas, criando um clima de autêntica festa nas ruas circundantes. Novos e velhos, conhecidos e anónimos, artistas e diletantes, de tudo se vê nestas ocasiões.

O Porto criou um circuito próprio em torno da arte e das lojas de decoração e vestuário alternativo que fixa públicos e abre novas oportunidades de negócio. A cidade rejuvenesce com eventos destes.

Entre as exposições presentes, devo salientar as dos amigos, naturalmente. Fernando Santos abre os seus espaços às obras de Gerardo Burmester, Pedro Cabrita Reis, Patrícia Garrido, José Loureiro, João Louro, Pedro Quintas, Rui Sanches e José Almeida Pereira. Para ver até 23 de Dezembro.

Já a pintora portuense Maria Rosas, de quem aqui falei anteriormente, está presente, até 9 de Janeiro, no espaço expositivo da Molduras Da Vinci.

15
Mai09

Orquestra do Norte na Igreja de Siza Vieira

José Carlos Pereira

A Orquestra do Norte actua amanhã, pelas 21h30, na Igreja de Santa Maria, em Marco de Canaveses,  a consagrada obra de Siza Vieira, que merece a visita interessada de estudantes e arquitectos de todo o mundo.

A Orquestra do Norte interpretará Stabat Mater, de Giovanni Battista Pergolesi, e a Suite Orquestral nº 3, de Johann Sebastian Bach, sob a direcção de José Manuel Pinheiro.

Aqui está uma excelente oportunidade para visitar Marco de Canaveses, deliciar-se com um bom programa musical e deslumbrar-se com uma espantosa obra da arquitectura contemporânea.