Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Incursões

Instância de Retemperação.

Incursões

Instância de Retemperação.

Reinventar a Democracia

JSC, 28.06.09

Em período pré-eleitoral, a SEDES vai realizar o seu congresso com o objectivo de debater “a qualidade da democracia”. Esta iniciativa terá sido o pretexto para o Público, de ontem (Sábado), ter entrevistado o Presidente da SEDES e ex-Ministro Luís Campos e Cunha.

 

Na entrevista, Campos e Cunha reflectiu sobre vários assuntos de política corrente. Quando o jornalista lhe pergunta: “Que percepção tem da evolução da nossa qualidade democrática?” Responde: “Temos tido aspectos positivos e negativos”. Entre os primeiros, considerou a Internet, as redes sociais, o Twitter. Entre os segundos, referiu que 99% da informação que circula nesses domínios é lixo, ataques pessoais mais ou menos anónimos, anotando, contudo, que “isso significa uma maior liberdade, na medida em que esses meios são incontroláveis”.

 

Certamente que o Presidente da SEDES não quis desvendar o que pensa sobre a qualidade da democracia, para não diminuir as expectativas do evento. 

 

Como contributo para a reflexão que a SEDES se propõe fazer, em redor da qualidade da democracia, bem poderiam os congressistas procurar responder à questão suscitada por José Saramago, que o Público umas páginas mais adiante cita: “O que chamamos democracia começa a assemelhar-se tristemente ao pano solene que cobre a urna onde já está apodrecendo o cadáver. Reinventemos, pois, a democracia antes que seja demasiado tarde”.