Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Incursões

Instância de Retemperação.

Incursões

Instância de Retemperação.

A difícil vida de um ex-banqueiro

JSC, 31.07.09

Segundo esta notícia João Rendeiro, pagou ao fisco 3 milhões de euros de dívidas fiscais, relacionadas com remunerações que recebeu do BPP. Se entendi bem a notícia, João Rendeiro recebeu uns tantos milhões de euros do BPP, não tendo procedido ao pagamento dos impostos que incidem sobre essas remunerações.

 

A notícia não esclarece se os 3 milhões, agora pagos, já incluem juros de mora nem esclarece se a situação fiscal de João Rendeiro ficou regularizada.

 

O que a notícia afirma é que João Rendeiro pagou “do seu próprio bolso”, a evidenciar a excelente capacidade de liquidez do ex-banqueiro, ao contrário do que sucede com o seu ex-BPP.

 

 Outra curiosidade da notícia é João Rendeiro considerar que deveria ser o BPP a pagar os três milhões ao fisco, por força do contrato que celebrou com o Banco, a que presidia.

 

 Outro aspecto que a noticia não revela é como João Rendeiro obteve os três milhões, uma vez que, está na noticia, “Em Junho, a Procuradoria-Geral da República confirmou o congelamento das contas de João Rendeiro”.

 

2 comentários

Comentar post