Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Incursões

Instância de Retemperação.

Incursões

Instância de Retemperação.

liberdade vigiada 93

d'oliveira, 01.08.21

images.png

Liberdade vigiada 93

Tudo corre mal

mcr, 1 de Agosto

 

São cinco e meia da tarde, chove sem rebuços, e eu sinto que, hoje,  o melhor é não tugir nem mugir. Explico: deveríamos ter partido há horas para féria. Lá partir partimos mas só andamos 600 metros. Achei melhor encher o depósito. Se não enchesse agora, teria seguramente de o fazer num dos dias em que estivéssemos fora. Assim, com o depósito cheio dava para tudo inclusive para voltar sem problemas.

Por qualquer razão que não entendo (ou não quero entender...) consegui fazer o pleno com o combustível errado. Distração pura mas distração perigosa. Dei-me cota da asneira ainda nem tinha tirado a mangueira do depósito.

Como temos outro carro, a melhor solução era ir busca-lo fazer as trasfega da bagagem e depois chamar o ACP para entregar a primeira viatura para ser levada para a oficina do Clube que, felizmente nunca encerra. Nunca encerra mas aos domingos, pelo menos, também nada mais faz.

Fiz o percurso a pé, agarrei no carro e, quando tenti abrir o portão da garagem, nada. O comando, por lguma obscura e conspirativa razão, não estava funcional.

Subi ao rés do chão e encontrei um prestável visitante de umas vizinhas que se prontificou a pedir às senhoras em questão o comando. Descemos e descobrimos, só aí que esses comando também não funcionava. No caso não se tratava de má vontade do objecto ou de uma qualquer conspiração do Bolsonaro, do Chega ou da China. No prédio há dois pisos de garagens e as vizinhas usavam o piso de cima enquanto eu uso o de baixo.

Lá tive e voltar à bomba de gasolina para trazer o comando do carro avariado.

Depois, já com via livre fui buscar a CG que estava a estrebuchar, agarrei nas bagagens, carreguei o 2º carro e regressei a penates.  E telefonei finalmente para o ACP. Aí, Deus seja louvado e com ele o Automóvel Clube, tudo correu de feição. Eu só teria de esperar cerca de uma hora, os funcionários telefonariam minutos antes de chegarem ao local, enfim tudo simples, tudo cómodo, tudo como eu  nem esperava.

Com sorte, bastante sorte, terei o carro amanhã. Se não na terça.

Quando regressava da bomba, verifiquei que um  outro comando também não funcionava. Fiz uma boa dúzia de tentativa junto da cancela  e nada. Encostei o carro. E, por descargo de consciência fui à garagem. O portão abriu sem problema!

Tive, mais tarde de sair para comprar qualquer coisa para o jantar. À passagem pela cancela renitente tentei de novo a sorte. E abriu. Fiz as pequenas compras e à volta, resolvi experimentar de novo o comando. Nada! Seis tentativas todas sem resultado.

Isto é, caros leitores, malapata, praga rogada, sei lá que mais. Estou a pagar por variados e pesados pecados, não há dúvida.

Resignado, regressei a casa e fui fazer chá.

E a chuva continua.   

*a vinheta: isto. este retangulo negro era para ter a branco uma frase "ter azar não é pecado". Por razões que alguém que nanja eu entenderá, as letras não sairam ... E esta, hein?

 

 

Pág. 4/4