Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Incursões

Instância de Retemperação.

Incursões

Instância de Retemperação.

29
Jun09

Segredo

O meu olhar

                                                                                                            

Manuela Ferreira Leite está à espera que a direcção do Governo deste país lhe seja oferecida de bandeja. Nem se preocupa em apresentar projectos, propostas, orientações, ideias, seja o que for. Só diz o que não quer e, mesmo assim, duma forma atrapalhada, como já foi referido em post mais abaixo: “é muito provável que suspenda o TGV” podendo deixar prosseguir o Aeroporto de Alcochete porque “não me assusta tanto”.
Quanto ao que propõe ao nível da Segurança Social, Saúde, Educação, combate ao desemprego… nada. Silêncio absoluto.
 
Será segredo?
23
Jun09

Portugal reduz em 47% mortes nas estradas

O meu olhar

                                                                                                      

 

De acordo com notícia doJN  “Desde 2001 Portugal diminuiu em 47% o número de vítimas mortais em acidentes rodoviários. Mais, só mesmo o Luxemburgo, com 49%, e a França, com 48%. Se os três países, bem como a Espanha, a Bélgica e a Letónia, mantiverem o sentido decrescente da sinistralidade, poderão "cortar em metade o número de mortes até 2010", lê-se no relatório do Conselho Europeu de Segurança Automóvel (ETSC), ontem divulgado em Bruxelas”.

 

 

É uma boa notícia. Lamenta-se o facto de, mesmo assim, em 2008 terem morrido 885 pessoas nas estradas portuguesas. É uma guerra sem fim.
22
Jun09

Um bom conselho…

O meu olhar

                                                                                           


Passei alguns dias no Hotel & Spa Alfandega da Fé. Recomendo vivamente, sobretudo a quem queira namorar, renascer, viver. É o sítio certo. Deste hotel escrevia-se na Sábado, em Fevereiro deste ano, que é uma das sete coisas que deveriam ser experimentadas antes de morrer.

 

 

08
Jun09

Felicidade e bom senso

O meu olhar

                                                                                                                       

                                                             

Está muita gente satisfeita com os resultados destas eleições. O PSD porque ganhou as eleições. O Bloco porque duplicou os votos. A CDU porque aumentou também o número de votantes. O CDS porque diziam que ia desaparecer e ressuscitou das cinzas aumentando muito a sua percentagem. Apenas o PS pode lamentar o resultado obtido.

 
Digamos que está muita gente feliz. Aos que viram as suas opções políticas saírem reforçadas acresce os que foram de férias (muitos) e os irão ter um fim-de-semana alargadíssimo. Somos um país de pessoas felizes, o que é bom.
 
Além disso, estamos em sintonia com o resto da Europa onde a Direita e a Extrema-direita ganham terreno a passos largos, diria larguíssimos. A integração europeia vê-se nessa sintonia de resultados e revê-se na altíssima abstenção. Estamos todos irmanados numa mesma missão. A esquerda e direita portuguesa lutam pelo mesmo objectivo: tornar a Europa num imenso terreno da Direita. Afinal, dizem, são todos iguais. Igual por igual que ganhe a Direita – presumo eu.
 
Talvez falte um pouco de bom senso aos que se sentem de esquerda neste país. Mas o que lhes poderá faltar em bom senso sobra-lhes, hoje, em felicidade face aos resultados destas eleições.
 
05
Jun09

EDP quer liderar salvação da Qimonda de Vila do Conde

O meu olhar

                                                                                                                                                                              

Segundo o Diário Económico “Um grupo de empresas nacionais, que a EDP pretende liderar e que reúne também a Efacec, DST, BES e BCP, quer comprar a Qimonda Solar, uma parte do actual negócio da multinacional. O objectivo é salvar o maior número de empregos”.
 
A concretizar-se será uma excelente notícia. É fundamental que este processo tenha sucesso quer pelos trabalhadores daquela empresa quer pela economia do nosso país.

 

 

03
Jun09

O banco de todos os fundos

O meu olhar

                                                         

 

O caso BPN ainda consegue surpreender. Agora é o desaparecimento de peças de arte no valor de 2,5 mil milhões de euros que pertenciam ao património do banco e cujo destino, se não tivessem “desaparecido”, seria a venda para encaixe de capital. Segundo notícia da Agência Financeira este facto faz parte do relatório e contas de 2008 deste banco.
 

Esse é o facto. A pergunta: o que vai ser feito para apuramento de responsabilidades e encontrar o que foi roubado? 

 

As peças de arte devem estar em algum lado. Presume-se. Entre os objectos que foram roubados estão 80 quadros de Miró, o que deve ocupar um espaço físico assinalável. Aguardemos.
 
.