Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Incursões

Instância de Retemperação.

Incursões

Instância de Retemperação.

03
Jun19

Diário político 219

d'oliveira

Pior a amêndoa do que o sorvete

d'Oliveira fecit  3/06/19

Eu não sei se algum(a) leitor(a) conhece este fraco trocadilho que na minha meninice repetíamos amiúde. Baseava-se na expressão “pior a emenda do que o soneto” e pretendia dizer que às vezes, quase sempre, vale mais deixar estar do que vir com desculpas de mau pagador.

Estava eu descansado depois de um fim de semana quente efestivo quando oiço na televisão novidades (enfim novidades não que ninguém acredita nas histórias da carochinha que a administração pública e, sobretudo, a fiscal, nos tenta impingir.

Aquela gentinha, arrogante até dizer basta, trata o povo miúdo como o hortelão trata as ervas daninhas: `À porrada, à sacholada, cortando, queimando, destruindo. E se alguém se queixa tem primeiro de pagar e depois reclama.

Faço parte dos maus portugueses que nunca acreditam nas declarações oficiais sobretudo depois de se descobrir uma asneira de grosso calibre.

Sempre me pareceu impensável que as armadilhas nas estradas a contribuintes incautos fossem obra de um só cérebro mal orientado. E a televisãoo mostrou com documentos claros e definitivos que as camapnhas imaginativas para extorsionar os pagantes tinham sido propostas a quem de direito.

Alias não só estes assaltos nas estradas mas também outras acções “intrusivas” tais como varejar casamentos, festivais à procura de receitas fugidas ao fisco, ao big brother.

A senhora Directora Geral terá despachado o documento que seguramente chegou aos deus domínios e que alegadamente não leu. Das suas uma: ou a mulherzinha é analfabeta ou não lê o que lhe vai ao gabinete.em qualquer dos caos não presta e deve ir já embora por ignorância, incúria, denegação de direitos o que se quiser.

E, mesmo assim, sou bondoso: não que ilibe sem mais ministro e secretários de Estado mas aceito, sobre forte reserva. que estas minúcias atentatórias dos Direitos Humanos, da Lei, da Ética e mesmo da Constituição não alcancem os círculos mais centrais da teia de aranha. Mas há que prova-lo.

Face a este desenvolvimento, até o propagandista nº 1 do Governo que, no século, dá por Marques Mendes, encheu o peito e declarou salomonicamente que a dita senhora deveria ir dar uma volta ao bilhar grande. De motu próprio, acrescente-se, para salvar a face. Isso foi dito na SIC, onde perora o clone do professor Marcello mas hoje, segunda feira (de manhã...) ainda nada soa dessa sábia decisão

Eu desconheço se Mendes falou em nome próprio ou por procuração do Senhor Presidente. De todo o modo, suponho, sem provas, mas com alguma suspeita, que esta declaração mendista tem o aval de Belém. Antecipado ou sucessivo...

A ver vamos, como dizia o ceguinho. A ver vamos...

 

 

 

1 comentário

Comentar post