Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Incursões

Instância de Retemperação.

Incursões

Instância de Retemperação.

estes dias que passam 534

d'oliveira, 06.02.21

Unknown.jpeg

Os dias da peste 171

algumas notas avulsas

mcr, 6 de Fevereiro

 

 

O dr. Ramos, ao ter conhecimento dos desvarios no Hospital da Cruz Vermelha de que é presidente desde Novembro ou Dezembro entendeu demitir-se d task force da vacinação, organização que nada tem a ver com o HCV. Aliás, o escândalo CVP sucedeu a um bom par deles com mais ligações ao aparelho de Estado (o HCV é tutelado pelo Ministério da Defesa e pertence maioritariamente à Santa Casa da Misericórdia ) Desentendo assim a razão da saída da task force. A menos que as suas absurdas e continuas declarações políticas tenham feito com que alguém avisado e prudente lhe tenha dado uma palavrinha.

Suponho que também terá posto o lugar de Presidente da Administração do Hospital à disposição. Aí sim, teria toda a razão mesmo se o que aconteceu se deve exclusivamente ao facto dele ser um presidente ausente. Parece que essa “ausência” não terá pesado porquanto a SCM terá reafirmado a sua confiança nele. Pelos vistos não acharam a eventual ausência coisa de importância...

 

O Dr. António Costa entendeu louvar o esforço dos hospitais privados, reconhecendo que, desde Março passado (notem bem: desde Março de 2020!!!) acolheram doentes covid. Actualmente terão pelo menos 300 nas suas enfermarias e UCIs. Antes rarde do que nunca. Ao lado a famosa ideóloga Marta Temido ouvia calada e respeitosa o sermão de Costa.

A verdade mesmo quando expulsa pela porta, entra na casa trepando pela janela.

 

Parece que alguns hospitais vacinaram toda a gente, aproveitando sobras e uma melhor exploração das embalagens das vacinas. Quem porventura passou por hospitais sabe, viu perfeitamente que a divisão entre prioritários da primeira linha, e outros funcionários que frequentam as instalações é frouxa e pequena. Naquele universo fechado as pessoas cruzam-se constantemente umas com as outra e sobretudo com doentes que podem ser assintomáticos mas perigosos...

Mais houve hospitais que já há algum tempo criaram listagem de suplentes para vacinação sempre com regras que, ao que li, me parecem criteriosas.

Isso nada tem a ver com as espertalhice saloias de Portimão ou Setúbal ou Reguengos

 

Escrevi aqui que não sabia ao certo se havia vagares na inoculação das vacinas ou se eram estas que só chegavam lentamente. Pelos vistos é o segundo caso. Resta-nos esperar que o ritmo de entregas pelas farmacêuticas se acelere. E muito. Para consehuir ter 70% da população vacinada no fim do Verão é preciso quintuplicar o número de inoculações por dia. E mobilizar mais meios, mais edifícios com superfície generosa e grandes áreas livres cmo se fez durante as eleições.

 

Há uns meses, depois do pedido de auxílio para a criação de um hospital de campanha, abri os cordões à bolsa e mandei uns milhares de euros. Aquilo fechou. Será que não vali a pena reactivá-lo para o efeito vacina? É preciso mais dinheiro? Quanto mais depressa se responder a isto, mesmo com escassez de vacinas, melhor. Sou tão parvo que desembolsarei outra vez alguns maravedis. Egoisticamente, quero ver o filho da puta do vírus pelas costas, quero sair, quero ir tomar café, ir comer sardinhas na época delas, quero viver o tempo que me resta (e também ele começa a escassear), quero voltar a ir a Lisboa uma vez por mês para estar com a minha praticamente centenária Mãe que aguarda pacientemente (e com uma formidável lucidez !) a sua vez.

 

Continuo a pensar que a srª von der Leyen é um grande mulher. Hoje, assina (com Elisa Ferreira) no “Público”, - um artigo que merece ser lido

Elisa Ferreira está a mostrar o que vale. Ainda bem. E relembro a eurodeputada Mª Manuel Leitão Marques que também não pede meças a ninguém. Ainda não percebi porque razão não foi a cabeça de lista do PS nas eleições para o Parlamento Europeu. Ou, se calhar, percebi demasiado bem...

Também mão percebo raspas de medicina, menos ainda de vacinas. Todavia, não valeria a pena pedir ao Reino Unido um relatório sobre os efeitos da Astra Zeneka nos milhares de idosos já ´vacinados? Sei lá uma simples verificação da quantidade e qualidade dos anti corpos que a vacina terá gerado. É que estão para chegar uns milhões de doses ...

E eu, que pertenço à brigada dos que já estão a cair da tripeça, gostava de saber com que linhas me vou coser...

Leitores cuidem-se, as coisas parecem ligeiramente menos graves mas “enco un effort siv ous voulez voou sen sortir...” ( a citação não é exactamente esta mas serve para provar que mcr tem as suas leituras...)

* na vinheta: o famoso opúsculo do "divino marquez" de onde pilhei a ultima citação. Eu recomendaria a leitura de Sade mas arreceio-me dos filisteus, portanto leiam a srª condessa de Ségur

 

 

2 comentários

Comentar post