Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Incursões

Instância de Retemperação.

Incursões

Instância de Retemperação.

14
Jan20

Quem está a ser julgado no processo de Tancos?

JSC

Tancos é o lugar onde foram assaltados os paióis militares. O processo judicial de Tancos é o exemplo de como a procura de aplicação da justiça se pode sobrepor à Justiça.


1. Em dado momento descobre-se que alguém assaltou os paióis e roubou armamento.


2. Segue-se a investigação, o apuramento de responsabilidades, as intervenções públicas das chefias militares e de políticos.


3. Desde o começo que o foco não foi propriamente chegar aos autores do roubo, mas o apontar para os políticos, que não terão disponibilizado os meios para guardar o paiol.


4. Parece absurdo. Contudo, foi assim.


5. Entretanto dá-se o achamento das armas.


6. Desde logo, a Justiça deixou cair, por inteiro, o roubo propriamente dito, para se centrar na questão do achamento. Quem soube? Quem não soube? Como soube? Como não soube, mas devia (podia) saber?


7. A fulanização do processo acabou por transportar o primeiro-ministro para o centro do mesmo, o que, na prática, contribui para esconder e desculpabilizar os verdadeiros autores do roubo.


8. Entretanto, nós, contribuintes, assistimos impávidos e serenos ao arrastar de um processo que há muito parece ter perdido o norte porque se enleou nos meandros da política, percurso que deveria estar fechado à Justiça.


9. Assistimos e pagamos por isso!


10. Por fim, sobra a questão: Quem é que está a ser julgado pelo roubo das armas?